16 de junho de 2014

Querendo

Quero tuas mãos me tocando.
Quero tua boca me beijando.
Quero teus olhos  fitando os meus..
Quero teus braços me aquecendo.
Quero teu corpo batendo junto ao meu em um só compasso
Quero o aconchego dos teus abraços
Quero o calor do teu corpo aquecendo o meu.

Olhando

Será que tuas mãos vão me tocar.
Tua boca me beijar.
Teus braços vão me entrelaçar.
Teu corpo bonito vai me aquecer
Teus olhos me fitar.
Teu amor inundar a minha alma.
Sinto como se estivesse a abraçar
Sentindo as batidas do teu coração.

10 de junho de 2014

28 de julho 2014

O divisor de águas, antes e depois..
Grande dia, longa espera! Em fim o que o futuro reserva, coisas boas e felizes.
Mudanças dias mais ensolarados e felizes.

5 de junho de 2014

Faltando um Pedaço!

O ser humano nunca é completo sempre falta um pedaço.
Uma saudade, um amor perdido, um desencontro, um sonho não realizado.
Mesmo sendo inteiro está incompleto, faltando um pedaço.
Quando nasce vai esperar crescer.
Depois de grande é hora de fazer o futuro, estudar e trabalhar.
Adulto vai construir família casar e ter filhos.
Muito tempo depois vem a aposentaria e muitos sonhos desfeitos.
Muitos sonhos realizados, ou uma eterna insatisfação do viver, ou da vida que leva ou levou.
Ele está sempre faltando um pedaço.
Esperando uma oportunidade.
Oportunidade esta que deixou passar e nem percebeu a sua existência.

4 de junho de 2014

As Surpresas da Vida!

Olhando a vida sentir que as surpresas da vida estão em todas as direções.
"Não sei se o poema é bonito, mas sei que preciso escrever"
O universo é infinito e tantas pessoas vivendo nele, e neste mundo sem fronteiras dois seres se encontrarm para compartilhar uma estória de amor.
Com vidas, e viver tão diferenciados, mundos opostos.
É como diz Oswaldo Montenegro, "A folha em branco me assusta"
Será que as surpresas da vida também assusta, é como uma folha em branco?
Não sei responder, sei apenas que o poema é bonito.