22 de fevereiro de 2016

Elo desfeito

15 anos que o elo unia
Partiu, não existe mais elo.
Nem o Elo perdido e nem o achado.
Apenas o elo da imaginação.

18 de fevereiro de 2016

Encontrar..

O encontro com a alma e a vida.
Seguir em direção ao seu encontro com a vida
Viver e ser encontrado pela felicidade.
Navegar pelos mares da vida
Encontrar o sentido de viver.
viver e ser eternamente feliz.
Amar todos os encontros da vida.
A felicidade quer ser encontrada pela alma.
A alma almeja um encontro.
O sorriso atraia muitos encontros.
As flores são moeda de troca dos encontros.
O amor é um encontro.
O encontro consigo mesmo
O despertar do encontro do amor.
Ser encontrado é o objetivo de toda alma que ama.

16 de fevereiro de 2016

Cada dia uma palavra diferente

Cada coisa que aparece.
Se nem a mensagem recebi como vou responder?
Como se quisesse comprar, as vezes a intenção é para especular e fazer perder tempo.
Como se eu fosse desocupada e estivesse a disposição deles.
Bola de gude, o taco de sinuca.
Ou mundo engraçado e cheio de novidades.
Gente de todo tipo
Montanha russa
Palavra incerta
Campo de concentração
Caminho sem volta
Partida sem retorno.
Ufa!

12 de fevereiro de 2016

O sonho que passou!

Nada restou nem os pensamentos.
Voou igual ao vento
Passou igual a poeira
Brisa divina e fresca vindo mar, perfumada com cheiro de cedro
Água que corre infinitamente em direção ao mar.
Saudade que ficou ou foi junto com a lembrança.
Nuvem que anda ou tocada pelo vento sem direção.
Natureza que exala aroma do campo.
Respiração ofegante no meio da natureza.
Cantar dos pássaros.
Raio do sol a brilhar entre as árvores.

10 de fevereiro de 2016

Ah! carnaval!

Carnaval chegou passou e nada de bom deixou.
Só destruição, muitas vidas ceifadas.
Muitos filhos gerados
Muitas doenças transmitidas.
Muitas tristezas vividas.
Muitos amores roubados
Ilusão vivida
Alegria passageira, dor do nunca reencontro
Ah! carnaval, se eu fosse o presidente acabaria contigo
Você jamais existiria.
Ah! carnaval comigo sua vida seria curta ou nem existia.
Tempo perdido este dedicado ao carnaval.
País parado esperando o final do carnaval.