12 de fevereiro de 2016

O sonho que passou!

Nada restou nem os pensamentos.
Voou igual ao vento
Passou igual a poeira
Brisa divina e fresca vindo mar, perfumada com cheiro de cedro
Água que corre infinitamente em direção ao mar.
Saudade que ficou ou foi junto com a lembrança.
Nuvem que anda ou tocada pelo vento sem direção.
Natureza que exala aroma do campo.
Respiração ofegante no meio da natureza.
Cantar dos pássaros.
Raio do sol a brilhar entre as árvores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário