1 de abril de 2017

Madrugada

O sono partiu a cama ficou vazia.
O silêncio reinou, a escuridão ficou
As estrelas não brilhou
O sol não apareceu
As ondas bateu e espumas formou
Noite sem sono.
Sem inspiração
Noites perdidas no vazio do nada
Cantar seria a solução
Cantar qual música, uma de ninar
Ele vai chegar e logo domar
Tomar conta de tudo
O silêncio vai falar e a rede balançar.
Ilusão!
Pode ser que sim, ou não tudo pode acontecer
Noite de silêncio e sem sono
A melatonina não subiu e o cortisol ganhou espaço.
Noite escura sem estrelas
Vida vazia sem melatonina.
Campo de esperança.

Nenhum comentário:

Postar um comentário