27 de setembro de 2010

A VIDA é BELA, foi dada para grandes coisas.

Hoje posso garantir que sou mais tolerante e aprendi a conviver com as pessoas com mais flexibilidade, sei respeitar ao próximo e aceitar as suas diferenças.

Gosto de ser eu mesma, sem fingimento de querer agradar as pessoas. Amo a vida e procura respeitar os limites que ela oferece.

Sou feliz com tudo que tenho. Nada de querer o impossível para ser feliz.

A vida é bela, foi dada para grandes coisas.

É preciso valorizar cada minuto, apreciar a beleza de um pôr-do-sol, a lua cheia, até mesmo um dia de chuva, céu azul, mar sereno, andar na areia molhada da praia, mergulhar no mar, amar e ser amada, apaixonar pela vida, por alguém, pelo trabalho, por tudo.

Sou uma mulher normal com alegrias e tristezas, sendo que as alegrias superam todos os momentos que fiquei triste, seja lá por qual motivo foi.

A vida é curta e não posso perder meu tempo com coisas inúteis que não me levam a nada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário