20 de agosto de 2011

São tantas coisas.

O que eu queria mesmo hoje era sumir do mapa, viajar para bem longe lá para o infinito.
Esquecer todos e tudo, partir para uma nova aventura da vida, tocar as estrelas, as nuvens e o céu azul.
Olhar e ver tudo até o invisível que está guardado dentro da alma de cada um.
Sentir o teu desejo e teu querer longe de todos sós eu e você.
Viajar sem rumo e direção, deixar apenas os pensamentos guiar.
Sentir o calor de teus braços e abraços e ouvir o teu coração bater junto ao meu peito.
Seria tão bom se a vida fosse assim, fugiria e quando voltasse tudo tinha passado e voltado ao normal.

2 comentários:

  1. Seria algo como "um fugir de mim"...
    quem sabe viajar para um cantinho aconhegante onde se encontre a eutimia, em vez de fugir...

    Um bom final de semana!

    ResponderExcluir
  2. Gostei!!
    As vezes tenho vontade de fugir também!

    ResponderExcluir