12 de março de 2015

Uma tarde qualquer na vida.

Final de tarde o tempo passa as lembranças fluem.
O sentimento fica fluindo no vai e vem da vida.
Os pensamentos surgem, as lembranças aparecem.
Não querer lembra apenas esquecer.
As recordações morreram naquela manhã, apagaram da mente.
No lugar surgiu apenas o desprezo pela falta de compromisso.
Seguir em frente sem olhar para trás buscando novos olhares e amores
Cativar novas lembranças para preencher a lacuna vazia na alma.
Novas fotos, novas imagens, novos amores, novos desejos, nova vida.
Pensamentos a vagar pelo o universo da vida captando novos perfumes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário