27 de janeiro de 2016

A Vida!

A análise da vida
Os pensamentos cotidianos
Tudo entrelaçados
Perdidos, escuros, no vazio
Rolando como se fosse ondas
Viver assim é impossível.
A beleza da vida é para quem ver sem olhar.
Muitos passa por ela e nunca ver
Viver igual um sonambulo e não percebe nada.
Chega um dia e para e sem saber o que fazer dorme.
Sonha que a vida é diferente, bela e maravilhosa
Não tem coragem de da o primeiro passo.
Basta um passo, um de cada vez, mesmo devagar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário