21 de junho de 2016

A Maçã!

Doce igual o mel
Azeda igual o limão
Silêncio, barulhos da chuva
O vento faz balanço
A vida sorri, as estrelas escondem
O povo corre, viaja em busca de diversão
As bombas explodem, mata, alegra entristece.
Tudo passa só as lembranças permanecem.
Não sabe em que focar os pensamente
Melhor é sorri, sorri para a chuva
Dormir, sonhar e alegrar.



Nenhum comentário:

Postar um comentário