11 de setembro de 2011

As Estradas da Vida.

Outro dia assisti a uma palestra a pessoa dizia que existem coisas na vida que não precisamos passar por elas, mas tem pessoas que faz questão de vivenciar, passar e permanecer por estas situações.

Refletindo sobre o assunto cheguei à seguinte conclusão: na vida existem duas estradas, uma bonita, iluminada, sinalizada, protegida e bem cuidada com segurança e placas de sinalização em todo o seu percurso, paralela a esta estrada existe a outra cheia de armadilhas, areia movediça, pântano perigoso, despenhadeiros, pontes quebradas, aviso falando dos perigos existentes, caminhos escuros, assaltantes, monstros e muito terror.

Com todos estes perigos, existem pessoas que faz questão de passar por esta estrada, levar quedas, cair na ribanceira, despencar no despenhadeiro, atolar na areia movediça, cair na ponte quebrada, ser preso pelos os monstros da vida, sofrer todas as conseqüências e levar consigo a sua família, detonar a sua saúde mental, social e educacional contaminar quem está a sua volta e ainda assim achar que fez a melhor escolha permanecendo perdidos e sem razão levando a sua vida a destruição.





4 comentários:

  1. Muito bom e verdadeiro seu texto, parabéns pela postagem.Beijos

    ResponderExcluir
  2. As vezes são escolhas, algumas, nada mais que uma condição. Condição de ser humano. Humano é ser bom, é ser mau, é sorrir e sobretudo ainda chorar por entre essas ruas quebradas, mas que sustentam e modificam a alma.
    Não nos enganemos achando que tudo será bom, mesmo optando pelo "bom" caminho, ainda sim cairemos no incontrolável perigo da vida. Espontaneidade fora do nosso controle.

    Bom passar aqui nessa manhã!
    Desejo hoje, escolher o melhor caminho.

    Abraço forte

    ResponderExcluir
  3. O caminho das escolhas é o dom mais perfeito que Deus nos deu Selia, mas o ser humano tropeça por não saber escolher. ele tem todas as chances de acertar e acaba errando, mas tudo bem. afinal, esta é a melhor coisa que podemos tirar como aprendizado de momentos assim: que sempre temos uma segunda chance para corrigir nossos erros. e reconhecer o erro é questão de maturidade e humildade. eu sempre aposto no ser humano até o fim!!!
    Boa noite

    Adorei o post...

    bjs

    ResponderExcluir
  4. Selia, obrigado pelo seu... bom gosto em... gostar das minhas fotos...rsrsrs...
    Agradeço sua visita e presença no OLHAR D'OURO.
    Bj

    ResponderExcluir