15 de novembro de 2010

CASA DE VIDRO. 15 de novembro 2010..

Tempo bom, sol brilhando, praias lotadas de banhistas e turistas admirando a beleza do mar..

Eu trancafiada em uma casa de vidro, sem tempo para apreciar a beleza da vida, esperando quem possa comprar, ou mesmo tirar a vez de quem quer vender. Ou espera inútil, perdendo a minha beleza e minha vida, dispertiçando meu precioso tempo neste lugar, deveria estar admirando a beleza do mar e mergulhado em suas águas mornas a hidratar o meu corpo, e quem sabe até mesmo um gato a paquerar!

Esperei e os tais clientes compradores lá não apareceram, estava todos ao mar admirar.

Olhei de relance pelo vidro e sol estava a brilhar e o céu azul a cintilar, pensei que ironia do destino é esta minha jornada de trabalho. Eu que não gosto de esperar, e terminei esperando em vão e me cansei. Fiz a minha análise e não cheguei a nenhuma conclusão, deixei a vida levar, ou o Mar passear.

Nenhum comentário:

Postar um comentário