30 de novembro de 2010

SEM INSPIRAÇÃO.

Sinto-me sem inspiração para expor os meus sentimentos. Quero escrever, mas não sei por onde começar preciso falar do sentimento da alma, das batida do meu coração. As expectativas, os desejos, as iniciativas.

Tantas esperanças, final de ano e sonhos realizados e não realizados, apenas adiados, vem mais uma página em branco para escrever novas histórias de vida de paz, amor e de sabedoria e mesmo de erros, desejos não contido, desejos chorados, pensamentos levados ao vento, perdido.

Viagens planejadas, namoros desfeitos, namorados começados, caminhos abertos, pontes seguidas.

Novos amigos, novas parcerias. Tantas coisas em questão, muitas infinita, tantas que não pode ser mensuradas.

Pensamentos soltos levados pelo vento, ou mesmo escritos e digitalizados e publicados, outros nem chegou a ser escritos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário