4 de janeiro de 2011

APENAS UM SONHO!

Você vinha chegando e quando chamei você olhou e correu em minha direção, um abraço de saudade, um afago na alma.

Tão real que talvez não fosse um sonho, mas uma visão do futuro bem próximo.

Era um sonho tanto que acordei, já era manhã e tinha que acordar para a vida real.

Um sonho! Parei e fiquei a pensar porque um sonho, ou o que é um sonho será que são os desejos escondidos na alma?

Como pode ser será que alguém poderia explicar, mas quem? Esta explicação teria fundamentos?

São tantas interrogações que é melhor ficar no sonho, já estou voltando para o meu sonho.

O lugar era lindo, tinha um campo com sementes a brotar, será que brotará? Chega não quero mais saber de tantas interrogações, me deixa voltar para o meu sonho.

O mais triste de tudo é que a semente não germinou e não nascerá, fiquei triste.

O destino quem pode mudar? Talvez pudesse, mas não quis o que poderia fazer para a semente nascer? Tinha quer plantada em terra fértil, mas não tinha terra.

Quem sabe um dia outra semente nascerá, crescerá, dará flores e em seguida muitos frutos..


Nenhum comentário:

Postar um comentário